quarta-feira, 9 de abril de 2014

Minha opinião

Não estou aqui para criticar ninguém, mas como escritora e professora, me sinto no direito e no dever de expor o meu pensamento crítico para mostrar como algumas coisas (a maioria, infelizmente) têm os valores totalmente invertidos.

A cada dia que passa, um dos assuntos que mais crescem é a Copa. Tem os que falam bem e os que falam mal, os que defendem a realização dos jogos no Brasil e os que são contra. Eu não vou me ater muito a isso, pois não quero julgar ninguém, mas alguns detalhes a respeito da Copa deveriam ser revistos...

Um comercial de televisão de um produto (não se faz necessário dizer o nome) comenta que os brasileiros não devem ficar apenas "fazendo promessas" mas sim "fazer algo pelo seu time". E ainda termina dizendo que eles usarão esses vídeos para "mostrar aos jogadores e motivá-los a fazer o melhor futebol". Sinceramente, tem como NÃO se revoltar com isso?!

Sou escritora, e quando tive o meu primeiro livro publicado muitos me disseram que era legal, mas para eu não largar o meu emprego, pois no Brasil não há muitos leitores, então dificilmente (não estou dizendo que é impossível) eu ficaria milionária apenas vendendo livros.

Sou professora, e passo perrengue todos os dias que dou aula! Vejo todos os dias alunos desinteressados (não é porque agora tenho alunos ótimos que vou fechar meus olhos para a grande realidade e fingir que a educação está melhor), alunos que, a cada dia, desrespeitam mais os professores e menos se importam com o futuro que terão pela frente, alunos que se sentem desmotivados pela forma como a educação anda, alunos que cada vez mais são ensinados a não pensar, pois isso pode causar problema lá na frente... E a situação dos professores não é melhor! Se a probabilidade de eu ficar milionária sendo escritora no Brasil é pouca, imagina sendo professora?! O salário é baixo, as condições que encontramos nas salas de aula pioram a cada ano, o importante passou a ser os bons resultados e não o resultado REAL do aluno, aquilo que ele realmente aprendeu, o apoio que temos de toda a comunidade envolvida (alunos, pais e os nossos superiores) é cada vez menor e menos sincero...

E depois de um dia desses de trabalho, de chegar em casa para fazer a comida e só poder sentar para descansar às 21h, eu tenho que ver um anúncio de televisão pedindo para eu fazer alguma coisa para o meu time para os jogadores se sentirem motivados e darem o seu melhor?????!!!!!!!!

Quero saber o que fazem para EU me motivar!!! Esses jogadores ganham milhões!! E eu não estou desprezando ninguém e nem dizendo que o trabalho deles seja fácil!! Eu não conseguiria correr por tanto tempo atrás de uma bola!! O meu negócio é dar aula, é ensinar, é transformar os jovens de hoje em pessoas críticas que possam fazer um Brasil melhor no futuro. O meu trabalho também é entreter, é contar histórias para aliviar as pessoas da rotina do dia-a-dia, é expor situações que possam ajudar alguém que esteja passando pelo mesmo problema que a personagem do livro. E o que me motiva nisso tudo é o AMOR!!!! Amor pelo o que eu faço!!!! Amor por saber que estou fazendo a diferença na vida de algumas pessoas!! E eu nem ganho muito para fazer isso!!!!!!!!!!!!

E EU preciso mesmo fazer alguma coisa para um jogador que ganha milhões se sentir motivado??!!!! Gente, se ele não se motiva por AMOR (que nem nós, comuns trabalhadores, que não merecemos ou precisamos de motivação alguma), que pelo menos eles se sintam motivados para ganhar um pouco mais de dinheiro!!!

Essa é a minha opinião.