segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Continuar é melhor do que parar

Achei uma forma muito interessante de sempre mentalizar que é mais fácil continuar lutando pelo que queremos do que desistir no meio do caminho: é só lembrar de todo esforço físico.

Quando não estamos acostumados a caminhar por longas distâncias e aparece alguma situação na nossa vida em que temos que andar bastante, a gente anda sem nem reparar o quanto estamos andando. Quando paramos é que nós pensamos "Nossa! Quanto eu andei!". Só que no dia seguinte acordamos com as pernas doloridas DEMAIS! Mal aguentamos andar... andar direito, então, é praticamente impossível!

Só que se nós aproveitarmos essa dor e andarmos um pouquinho todos os dias, a dor que começou vai passar e nós vamos ter continuado a fazer algo muito importante para a nossa saúde, que é a caminhada diária. Mas se nós "desistirmos" e, nos dias seguintes, não caminhar por não ser preciso, em uma próxima vez que tenhamos que nadar muito, iremos sentir a mesma dor...

Pensando assim, será que não é realmente melhor continuar tentando do que simplesmente parar no meio do esforço?

Aguardo seus comentários!
Beijos!